Governo e prefeitura se reunirão com Ricardo Teixeira


co

O acerto que São Paulo tanto desejava vai acontecer em menos de um mês. Com a exclusão do Morumbi, o Governo do Estado e a Prefeitura já começaram a trabalhar nos bastidores para acertar a inclusão do novo projeto na Copa-2014.

No dia 13, haverá uma reunião entre Ricardo Teixeira, presidente do Comitê Organizador da Copa, Gilberto Kassab, prefeito da cidade, e o governador Alberto Goldman. Será feita a entrega oficial da proposta, provavelmente a arena construída numa parceria da Odebrecht com a Traffic e que tem o Corinthians por trás.

Este será o estádio que abrirá a Copa.

O projeto foi mantido em sigilo por alguns meses. Mas Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, trabalha politicamente há algum tempo nele. Na última terça, em Johannesburgo, ele esteve ao lado do ministro do Esporte, Orlando Silva Júnior. Tiveram uma conversa de mais de uma hora no Botequim do Rio (onde era comemorado o aniversário do Maracanã!) e outra reunião de uma hora em um hotel de Sandton, com a presença de Teixeira.

O ministro deixa claro que o único problema de São Paulo era o estádio. Pessoas mais próximas a ele garantem que, logo após o anúncio oficial da exclusão do Morumbi, ele estava aliviado. Silva Júnior teve de manter o apoio ao projeto são-paulino até o fim, mas ficou muito chateado com a forma como os dirigentes do Tricolor trataram a questão.

A Fifa já fez a sua escolha. Quer a abertura em São Paulo, cidade que considera a menos problemática do país, pela quantidade de hotéis que possui e por ter um grande volume de negócios. Com a apresentação do novo projeto, a confirmação da abertura deve ser feita em poucos meses.

Assim, São Paulo, que neste momento está fora da Copa, deve ressurgir forte até o final de julho.

ARENA DA BAIXADA

Sobre Curitiba, a Arena da Baixada será oficialmente excluída do processo até sexta-feira. Porém, o governo do Paraná já declarou que vai apresentar alternativas ao Comitê Organizador e gastará o que for preciso para que os paranaenses não fiquem fora do Mundial.

 

Fonte: Lancenet