Fifa volta a criticar Morumbi e se mostra preocupada com preparação do Brasil

co

A Fifa se mostrou preocupada com o ritmo da preparação do Brasil para a Copa do Mundo-2014. Jérôme Valcke, secretário-geral da Fifa, questionou a organização do país para receber a competição. O dirigente também voltou a criticar o estádio do Morumbi, aumentando a polêmica sobre as condições do local para sediar jogos importantes do torneio.

“Lá não se pode disputar mais do que jogos da primeira fase do Mundial e das oitavas”, disse Valcke em entrevista coletiva nesta terça-feira em Sun City (África do Sul). O secretário-geral da Fifa reforçou declarações dadas na semana passada em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo.

Na matéria, Valcke desmentiu informação dada pela diretoria do São Paulo, para quem o estádio teria condições de receber o jogo da abertura da Copa-2014 e uma das semifinais. O otimismo veio após uma reunião entre representantes do projeto para o Morumbi, cujas mudanças foram apresentadas, e membros da Fifa, mas o secretário-geral tratou de esfriar a empolgação.

“Não se trata de uma briga pessoal contra a cidade de São Paulo. Isso é uma besteira”, disse Valcke. O dirigente também criticou a preparação geral no país. “Está claro que não se começou a trabalhar nos estádios, assim como há muitas coisas a se fazer. O Brasil não pode perder tempo. Cada dia ganho na construção dos estádios será valioso. Há muito trabalho a ser feito e a data-final em 2012 é amanhã”, completou.

 

Das agências internacionais
Em Sun City (África do Sul)