INFORMATIVO : CONSEG MORUMBI : Novembro/2009

ap


8ª BIENAL INTERNACIONAL DA ARQUITETURA (BIA)

Começou dia 31/10/09, no pavilhão do Ibirapuera, em São Paulo, a oitava edição da BIA.
Este ano a mostra está orientada pelo tema Ecos Urbanos - Espacialidade, Conectividade, Originalidade e
Sustentabilidade e abre o debate sobre a qualificação da cidade contemporânea, sua infraestrutura e a
questão do habitat humano. Além da mostra profissional, a 8ª BIA discute as profundas modificações urbanas
que a Copa do Mundo de 2014 trará ao Brasil. Estão previstas 6 exposições internacionais e 12 worksshops,
nos quais serão discutidas intervenções urbanas das cidades-sede dos jogos da Copa-2014. São 3 andares com
as apresentações e no 3º estão os projetos das cidades-sede para a COPA 2014. O projeto de São Paulo
apresenta apenas os 19 projetos de mobilidade urbana com implantação pelo Governo do Estado de São Paulo
e da Prefeitura de São Paulo e a maquete do Estádio do Morumbi (ao lado). A 8ª Bienal fica no pavilhão
da Bienal até o dia 06 de dezembro de 2009.

Copa 2014

Faltam menos de cinco anos para o país receber a Copa do Mundo, as discussões a respeito da infraestrutura das cidades-sede começam a tomar forma. O trânsito, o estado dos aeroportos e a rede hoteleira são os principais pontos a serem levados em consideração e um problema comum na maioria das cidades brasileiras é a mobilidade. Os governos (federal, estadual e municipal) estarão investindo em mudanças e deverão ser feitas de forma a atender da melhor maneira possível a população local. Em São Paulo a comunidade tem a expectativa que isso se concretize, porém vê com preocupação os projetos apresentados - a via perimetral, o monotrilho Congonhas-Morumbi e o edifício-garagem sobre a Praça Roberto Gomes Pedrosa. A preocupação se dá em relação ao impacto que estas obras trarão ao bairro, pois os projetos são superficiais, com falta de informação consistente e o devido detalhamento. Muitos projetos são apresentados e logo descartados, criando uma situação de desinformação.
A comunidade acaba não sabendo qual é o legado que as obras para a COPA 2014 realmente deixará para a comunidade ou a simples deterioração da área residencial com a descaracterização do bairro.

URBANISMO – LEI CIDADE LIMPA

Na época da COPA 2014, São Paulo pode mudar a Lei Cidade Limpa. A pedido da FIFA, a gestão do prefeito Gilberto Kassab estuda flexibilizar as regras da Lei Cidade Limpa para a realização da Copa do Mundo de 2014. São Paulo pleiteia a abertura do mundial. Como a legislação municipal criada em fevereiro de 2007 proibiu a publicidade nas ruas e limitou as placas do comércio ao tamanho de 4 m2, a entidade que gerencia o futebol mundial quer uma tolerância para os patrocinadores, que vão investir cerca de R$7 bilhões no evento. Um projeto intitulado Cidade Limpa Copa, elaborado pela SP-Turismo, foi apresentado e explicado que a publicidade será permitida em alguns pontos preestabelecidos pela Prefeitura. As imediações do Estádio do Morumbi, possível local da abertura do mundial, também podem ser liberadas. A proposta terá de ser enviada para a análise da Comissão de Proteção à Paisagem Urbana (CPPU), órgão ligado à Secretária Municipal de Desenvolvimento Urbano e responsável por analisar as exceções a Lei Cidade Limpa. A presidente da CPPU, a urbanista Regina Monteiro, adiantou que não serão tolerados desrespeitos à legislação municipal, mas admite aprovar um projeto para vigorar apenas no mês de realização da COPA.

 

SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA

Latrocínios ultrapassam total de 2008 na capital – No final de julho deste ano, ao divulgar as últimas estatísticas oficiais trimestrais (abril a junho), a Coordenadoria de Análise e Planejamento (CAP) responsável pelas pesquisas criminais, relacionou o recorde de roubos na época (68,9 mil casos) com a piora dos indicadores da economia, a partir de 2008.Os casos de latrocínio (roubo seguido de morte) registrados na capital de janeiro a setembro deste ano superaram os computados em todo o ano passado. Foram 73 contra 69. A maioria dos latrocínios registrados no terceiro trimestre de 2009 na capital ocorreu na zona leste.
O delegado-geral da Polícia Civil, Domingos Paulo Neto, afirmou que, apesar de ter havido aumento de 36,6% nos casos de latrocínio no segundo trimestre deste ano em comparação com igual período de 2008, a tendência era de queda, pois no confronto com o primeiro trimestre do ano, essa modalidade de crime tinha caído 17%.
Já o secretário da Segurança Pública, Antonio Ferreira Pinto, disse que o combate aos crimes contra o patrimônio é uma das prioridades. Também afirmou que os crimes contra a vida, como homicídios e latrocínios, vinham registrando queda. Segundo ele, no segundo trimestre, os latrocínios estavam caindo mês a mês na capital: 13 casos em abril, 8 em maio e 4 em junho.

Dicas de segurança:
1º  - SEM REAGIR
A principal orientação da polícia é nunca reagir.
2º - AO VOLANTE
Segundo a PM, a maioria dos latrocínios acontece quando a vitima está em um carro.
3º - AVISE O LADRÃO
A vitima deve evitar fazer movimentos bruscos e sempre avisar o ladrão sobre o que vai fazer (tirar o cinto de segurança, pegar a carteira, etc.)
4º - CARRO PREPARADO
O veículo deve estar sempre engatado e o motorista preparado para deixar rápido o local se pressentir o assalto.
5º - PORTAS TRAVADAS
As portas do carro devem ficar travadas e as janelas fechadas.
6º - NÃO MOSTRE
Evite deixar bolsas, carteiras, celular e outros objetos nos bancos dos veículos, em locais visíveis do ladrão.
7º - NÃO FALAR

Ao parar o carro, evite se distrair falando ao celular, retocando a maquiagem, entre outros. Fique atento ao que acontece a sua volta.

 

1ª AÇÃO DE CIDADANIA E SAÚDE

A Polícia Militar/Base Comunitária do Morumbi  em parceria com o CONSEG Morumbi no dia 24 de outubro passado realizou a 1º Ação de Cidadania e Saúde na E.E.Dª Ana Rosa de Araujo. Este evento, que tem como objetivo ajudar a comunidade carente local, ofereceu serviços de cunho social: aferição de  pressão arterial, teste de glicemia e colesterol, acupuntura, oftalmologia, otorrino, orientação jurídica, orientação sobre controle de pragas, roedores e insetos, sobre a dengue e gripe suína, vacinação de cães e gatos, orientação sobre a AIDS e distribuição de preservativos, massagens, corte de cabelo e manicure, reflexologia podal, palestras: Orientação sobre Drogas,  Fatores de Riscos Cardiovasculares, Acidentes Domésticos na Infância, Ronco e Apnéia do Sono, Diabetes e Obesidade, H1N1 Cuidados com a Gripe Suína.  Distribuição de pipoca e algodão-doce.
Para o  atendimento acima tivemos a colaboração do Hospital Lefort, Polícia Ambiental, Sabesp, SAJA, ZOONOSES, Corpo de Bombeiros do Butantã, DST-AIDS, Escola de Enfermagem INACI,  Instituto EMBELLEZE, Otorrino/Inst.Bem Estar, Ótica Gil Lancaster, Instituto Osni Tadeu de Reflexologia, Laboratórios ABBOTT e ROCHE e Assoc.Colina das Flores,  Assoc.Moradores da Cd.Jardim, Assoc.Mor.Pq.dos Príncipes, Clube Paineiras do Morumbi, Colégio Santo Américo, BRADESCO.